Blog

Atualidade Dicas

Passo a passo: Desfragmentar

Já deve ter ouvido falar sobre desfragmentar o disco, referimos este termo no nosso último artigo de como manter o seu computador. Mas o que é afinal a desfragmentação e para que serve?

Desfragmentar o disco, serve para deixar o computador mais rápido. Considere a desfragmentação do seu disco como arrumar a sua casa. Ao desfragmentar o seu disco irá libertar espaço ocupado por “tralha” para que esse mesmo espaço possa ser utilizado por coisas úteis.

Como desfragmentar um disco:

Quer o seu computador corra Windows 10, quer corra uma das versões mais antigas, a desfragmentação é uma tarefa relativamente simples.

  1. Clique na tecla Windows do seu teclado ou abra o Explorador do Windows e comece a escrever a palavra “desfragmentar“. Verá que surge de imediato o programa “Desfragmentar e Otimizar Unidades“.
  2. Neste programa são lhe apresentadas duas opções “Analisar” e “Otimizar“. Selecione da lista o disco (se existir mais do que um) sobre o qual pretende trabalhar.
  3. Se escolher “Analisar” o programa irá efetuar um diagnóstico ao seu disco e verificar se o mesmo necessita ser desfragmentado. Se pretender apenas desfragmentar, clique em “Otimizar“.

 

Desfragmentar e Otimizar

 

O tempo da desfragmentação irá depender do tamanho do seu disco e da quantidade de informação a desfragmentar mas é garantido que no final irá notar uma melhoria na performance do seu computador!

Nota: A desfragmentação é recomendada para discos mecânicos (HDD), no caso de discos SSD, por serem mais rápidos do que os discos rígidos mecânicos, a mesma já não é aconselhada.

E os computadores Mac, necessitam desfragmentar o disco?

No caso de o seu computador ser da Apple, não precisa de se preocupar em desfragmentar o seu disco.

O sistema operativo Mac OS X não necessita de ser desfragmentado pois utiliza um sistema de ficheiros chamado HFS+ que previne e evita que os ficheiros ao serem gravados sejam fragmentados. Noutros termos, o OS X reúne pequenos grupos de ficheiros e combina-os de forma automática em áreas grandes disponíveis no disco. Com este processo de ler e escrever todo o grupo num espaço vago, evita fragmentar a informação.

Se achou este artigo útil, partilhe!

×